vida_icon

Conhecer as principais causas da infertilidade é o primeiro passo para realizar o sonho da gravidez

Cerca de dois em cada 10 casais em todo o mundo são inférteis. Mulheres e homens dividem igualmente a responsabilidade quando se trata de dificuldades para engravidar. Em 30% dos casos, as razões estão ligadas ao organismo feminino, em outros 30%, ao masculino e mais 30% resultam da combinação de fatores de ambos. Os 10% restantes não conseguem ao menos chegar a um diagnóstico que explique a falta de concepção.

Uma mulher jovem que mantenha relações sexuais durante seu período fértil tem, em média, 25% de chance de engravidar em um mês. Para os casais que desejam engravidar, porém, é normal a ansiedade pelo resultado positivo. Apenas se a parceira está acima dos 30 anos e após um ano de vida sexual ativa permanece sem engravidar, ou, tem mais de 40 anos e seis meses de tentativas sem sucesso, é hora de procurar ajuda médica.

No momento em que um casal começa a desconfiar que tenha esse tipo de dificuldade, o mais indicado é manter a tranquilidade e procurar entender melhor os prováveis motivos do problema. A boa notícia é que estudos recentes indicam que mesmo nos episódios em que a questão é médica, cerca de 95% dos homens e mulheres que recorrem a tratamentos conseguem ter filhos.

Para esclarecer as dúvidas iniciais, os especialista do Centro de Fertilidade da Rede D’Or, coordenados pela especialista em reprodução assistida Maria Cecília Erthal estão prepararam um breve manual com as principais causas de infertilidade em homens e mulheres. Nas próximas postagens, veja aqui os principais problemas que levam à infertilidade de homens e mulheres.

Compartilhe este artigo

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso conteúdo.